Em nota, prefeito de Gandu diz que fogos de artifícios licitados e pagos foram usados em outubro de 2017

Na mesma nota o prefeito disse ainda que, “há uma clara e frustrada tentativa de manchar a imagem do governo que vem realizando uma gestão inovadora”.

Card image

A prefeitura de Gandu, emitiu na noite dessa terça-feira (10), uma nota negando que tenha pagado por fogos de artifícios que seriam usados durante o réveillon de 2017, como havia noticiado o Diário Paralelo. Segundo a nota, compartilhada também no perfil do prefeito Leonardo Cardoso, os fogos licitados e pagos em novembro do ano passado foram utilizados na ExpoGandu, realizada nos dias 05, 06 e 07 de outubro.

Ainda segundo nota emitida pela assessoria, a notícia dada pelo DPLO “tem uma clara e frustrada tentativa de manchar a imagem do governo que vem realizando uma gestão inovadora”, pontua, afirmando assim, também em nota, que não adquiriu fogos para usar durante a noite da virada.

No entanto, dados publicados em um site de transparência pública contradiz a nota do governo municipal. Só no mês de novembro de 2017, a empresa DS AUTO SERVICE EIRELE – ME, vencedora da licitação, recebeu pagamentos quitados pela Secretaria de Administração Municipal, todos referentes a compra de fogos para serem usados em eventos culturais e comemoração de fim de ano, como exigido no contrato de nº 244.